"O inimigo mais perigoso que você poderá encontrar será sempre você mesmo." ( Friedrich Nietzsche )

sábado, 30 de junho de 2007

James Brown – The Payback

1
Da melhor fase do Godfather, aproveitem...


The Payback (1974)

1 Payback (8:39)
2 Doing the Best I Can (6:00)
3 Take Some...Leave Some (8:45)
4 Shoot Your Shot (7:49)
5 Forever Suffering (4:45)
6 Time Is Running Out Fast (12:35)
7 Stone to the Bone (10:14)
8 Mind Power (12:05)

Download

6 comentários:

Gerald disse...

Neide, grande post este do Godfather. Sou vidrado na "Original Funk Music" e JB é referência no assunto. Ótimo post menina, Beijos

Neide disse...

Eu posso postar ainda o Black Caesar e o Slaughters Big Rip Off (tenho os dois em cd)...você quer? Estes dois são do auge (duas trilhas), se não tiver me fale, eu converto em 320 kbps (você merece, pois está sempre valorizando nosso trabalho).

Abração, também sou louca pelo som dele!

Neide disse...

Gerald, você curte um soul daqueles bem de raíz mesmo de New Orleans? Também tenho um cd importado só com bandas raronas...quer? Eu já estava devendo ao meu amigo Edson, se pelo menos mais uma pessoa me garantir que vai baixar vou me animar bastante.

Abraços, beijinho no seu bebê fofo!!

Gerald disse...

Neide, o cd com bandas de New Orleans eu tenho, agora o Slaughters Big Rip Off eu tenho interesse. Ouvi o Xamanismo e muito legal. Vou ler o texto e te falo depois. Beijo

neide disse...

Só pra confirmar, o título do cd que você tem é Voodoo Soul: Deep & Dirty New Orleans Funk? É desse que eu estava falando...bem, mas se você já possui, fico feliz pelo seu bom gosto!
Vou hospedar o Slaughter's então.
Como eu disse em resposta ao seu comentário no post do cd de Xamanismo, se te interessar mais informações sobre o grupo me fale depois, que eu te repasso.

Abraços, e muita saúde!

Gerald disse...

ok. Ah, brigadão pela força, vc e o fire tão deixando de postar coisas por minha causa. Podem continuar. Olha, o pessoal do Wiplash interessou em publicar. Enviei o material mas como texto não é o meu forte, não sei. Depois, se quiser mando o texto que fiz, básicão mesmo. Beijão