"O inimigo mais perigoso que você poderá encontrar será sempre você mesmo." ( Friedrich Nietzsche )

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Richard Corben – Mundo Mutante


Dedicado ao amigo Yan Kaô


Fusão de informações encontradas em:
.
.
Richard Corben (nasceu em 1 de Outubro de 1940) é um desenhista e roteirista de histórias em quadrinhos estadunidense, mais conhecido por suas histórias de fantasia e horror publicadas na revista Heavy Metal.


Seu primeiro trabalho foi publicado em 1968 no fanzine Voice of Comicdom. Dois anos depois, publicou sua própria revista em quadrinhos chamada Fantagor, que tinha quatro histórias de ficção científica que continham elementos de horror, violência e sensualidade, os principais temas que viria a abordar em seus futuros trabalhos.



Logo depois trabalhou nas revistas underground Slow Death e Skull, às vezes usando o pseudônimo Gore. Em 1971, Corben abandonou o meio underground. No mesmo ano publicou sua primeira história longa de fantasia chamada “Rowlf”, que saiu impressa em preto-e-branco.

.
A seguir, uma pequena amostra de uma história chamada “Invocação”,
publicada na revista Rufus #17 e Delta #10
.

No início dos anos 70, desenhou regularmente para as revistas Eerie, Creepy e Vampirella.

Nesta Creepy#59, uma adaptação dele pra “Queda da Casa de Usher”, do Poe...
Mas vejam que coisa, eu que sou tão fã das adaptações dos contos do Poe nem sabia desse exemplar,
pesquisando agora o descobri.
Se conseguir na íntegra, com certeza postarei aqui também.
.
.
Um trecho de “Retrato Oval”...

Outro trabalho...
.
"Dossier Negro es una revista de comics pionera en España en la temática de terror (1968). También fue la más longeva de su género, llegando hasta el 1988 habiendo publicado 217 números más varios extras. Los 18 primeros números se publicaron en formato taco (15x21 cm.), y el resto en formato folio (con lomo hasta el número 98, y con grapas a partir del 99 y hasta su final).Varias fueron las editoriales en publicar Dossier Negro. Ibero Mundial de Ediciones fue la primera, continuada por Giesa, y por Ediciones Zinco en los últimos números."

DOSSIER NEGRO nº89
Participação em “Dentro de ti... sin ti”
(Bruce Jones, Richard Corben)
.
Durante esse período, ele encontrou seu verdadeiro meio de expressão: a cor. Em 1975 surgiu, na França, a revista Métal Hurlant. Os primeiros anos dessa publicação foram a fase mais produtiva de Corben. Atualmente, colabora para as editoras DC, Marvel e Dark Horse.
.
#1 (01/01/1975) - Participação em “C Do Pey”

#2 (01/04/1975) - Participação em “Going home”

#3 (30/06/1975) – Participação em “Den”

Hellboy: Makoma #2 (2006)

Desenho de Corben para história que se passa numa nave espacial, onde o sexo é virtual
...
É comum observar-se em seus trabalhos a fixação e detalhe nas sombras e reflexos dos corpos em primeiro plano, enquanto os fundos são simples e expressionistas.
.
Mundo Mutante (clique nas figuras)
.










.
Seu trabalho também pode ser visto em capas de vários álbuns...



Para os fãs, uma dica interessante é este dvd acima:

“100 AÑOS DE COMIC: EL 9º ARTE.”


6 comentários:

Gerald disse...

Neide, estou aos poucos voltando, juntando os cacos do que sobrou de nossas vidas. Não sabia que Richard Corben havia ilustrado pro Meat Loaf e Heavens Gate. Sensacionais estas capas. Me amarro nelas. Grande post. Um beijão.

neide disse...

Oi Gerald,

compreendo amigo, notei que você precisava de um tempo para reflexão, por isso resolvi não te incomodar. Mas fique tranquilo, de tempos em tempos vou puxando os trabalhos pra cima. É que algumas pessoas podiam achar que o blog não estava mais sendo atualizado, por isso estou montando esta leva.

Grandes abraços e muita paz, conte sempre comigo!

Gerald disse...

Neide, de forma alguma se preocupe com os meus trabalhos. O que tinha que ser feito, aliás, foi muito bem feito e agradeço. Não posso ficar sem falar com vc e nem sem visitar p Portifólio. Tenho um imenso carinho por vc. Beijão

Neide disse...

Também gosto muito de você Gerald, eu realmente estava sentindo muito sua falta! Mas como lhe disse, respeito muito o tempo de cada pessoa. Me enche de alegria saber que voltaremos a manter contato freqüentemente, que bom meu amigo!

Beijos

Yan Kaô disse...

Nossa, Neide, não mereço!! Obrigado pelo post!!

neide disse...

Homi, não precisa dessas convenções de "não mereço"...rss Pra mim todos os irmãos merecem agrados igualmente.

Abraços!